sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

A VERDADE DOS FATOS, DOS ATOS E DOS BOATOS!

A "verdade" dos acontecimentos, dos processos, não se dá de forma isolada... Sempre tem mais gente que participa de forma  direta ou indiretamente. Por conta disso a "verdade" é uma via de "ida e volta"! Ninguém pode se arvorar em "dono da verdade"!
Não obstante sempre surgem os falaciosos, demagogos, dominadores, por que não dizer ditadores (?), que chegam, despejam sobre as pessoas ou sobre o Povo a sua versão da verdade, não dialogam com seus interlocutores nem os ouvem, e se vão... É próprio da "verdade de mão única". Pois é muito cômodo eu chegar em um local, em uma assembléia, em uma reunião... dar o meu recado... Desperdir-me de forma aligeirada e ir embora. É próprio da fala sem compromisso. Mesmo que se fale em nome da Democracia, mas apenas como figura de retórica. Pois a Democracia comporta falar, ouvir, dialogar, debater, mostrar as contradições do discurso e avançar...
'Mas não vos preocupeis' (diria o Mestre Jesus Cristo), amanhã será outro dia! O tempo é nosso conselheiro e senhor de todas as coisas!

2 comentários:

HNETO disse...

"As boas novas
eram só boatos".

SERGIO BUCCO disse...

E da pior espécie possível: aquele boato que enreda, engana e enrola o Povão!