sábado, 30 de julho de 2011

O mundo do "faz de conta" não é uma fábula, alegoria, metáfora... É uma realidade!!!

Nós, seres humanos, mortais, trabalhadores/as, cidadãos/ãs, militantes ou não, cristãos, religiosos, crentes (ou não!), ignorantes ou intelectuais... (imagine o que você quiser), vivemos em um mundo de tremendo "faz de conta"! É pura  enganação por todos os lados, em todas as fontes, sob todos os aspectos! E um esforço hercúleo fazem os detentores do poder econômico, os gerenciadores do poder maior (do Império) para acalmar os ânimos e deixar a massa calminha, sem reação, alienada, ignorante sobre o que acontece no mundo, nos bastidores do capitalismo, nos porões da urdição capitalista, diante das maquiagens sócio-político-econômicas! É o mundo da demagogia, da mentira, da enganação...

"Pode-se enganar todo o Povo por algum tempo, pode enganar-se algum Povo todo o tempo. Mas não se pode enganar todo Povo por todo o tempo" Lincoln).
"O Estado protetor"
"O Estado é o mais frio de todos os monstros frios. Mente friamente, e esta mentira rasteja de sua boca: Eu, o Estado, sou o povo. É uma mentira. Só onde termina o Estado, começa o homem. Essa é a mensagem que vos dou: cada povo tem sua própria linguagem do bem e do mal, que o vizinho não compreende. Inventou a sua linguagem própria de costumes e direitos. Mas o estado mente em todas as linguagens do bem e do mal; e tudo o que diz é mentira e tudo que tem foi roubado" (Nietzsche, do livro “Assim Falou Zaratustra.” Tradução de Rubens Rodrigues Torres Filho).
Não somos obrigados a nos submeter a esta situação! Mas temos um preço a pagar por nossa consciência, rebeldia, organização, atitude e luta!

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Ser Humano e Natureza: Inseparáveis

"Conhecemos apenas uma ciência, a ciência da história. Pode-se enfocar a história de dois ângulos; pode-se dividí-la  em história da natureza e história dos homens. Porém, as duas são inseparáveis; enquanto existirem homens, a história da natureza e a história dos homens se condicionarão mutuamente". (Marx e Engels)

Até este momento, enquanto lia um dos livros de Chiavenato, o Massacre da Natureza, não tinha atentado para o pequeno detalhe, a separação da História da Humanidade da História Natural ou História da Ciência. Aprendi a dizer que tal ou qual tema se refere à História Natural (ou da Natureza), que não fazia parte da História da Humanidade. É óbvio que muitos elementos da História Natural, como aspectos evolutivos, geológicos (e outros que desconheço) não dizem respeito diretamente à ação do bicho homem. E aqui homem não tem uma conotação machista, porque segundo minha leitura e análise da realidade, a mulher culturalmente teve pouca ou nenhuma participação em ações, projetos, empreendimentos desenvolvidos no espaço histórico da humanidade. Normalmente os atos de exploração, depredação, estrago, destruição, poluição... estiveram sob a batuta pensada e executada pelo domínio masculino. 


Questionemos: a quem interessa esta dicotomia ou separação daquilo (ou disto) que é inseparável? O princípio do imperialismo romano "divid et imperat" pode ajudar na explicação desta questão. Por que quanto mais um povo, uma realidade, um aspecto da ciência... estão divididos, mais facilmente eles podem ser dominados, explorados, esgotados... E no que tange à História, é do interesse dos segmentos dominantes do Planeta que as coisas sejam vistas de forma fragmentada, para que não se percebam as contradições, para que não sejam identificados os exploradores dos recursos naturais (que são esgotáveis), os culpados, os criminosos que não apenas esgotam a capacidade de regeneração do Planeta quanto o levam rapidamente (em menos de 100 anos) à morte!

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Deputado Professor Lemos é absolvido de acusação do ex-governador Requião


O Órgão Especial do TJPR, atendendo inclusive pedido do próprio Ministério Público, absolveu, nesta sexta-feira (15/07), o Deputado Professor Lemos das acusações do ex-governador Roberto Requião, entendendo que se tratava de "figura atípica", ou seja, que Lemos apenas exercitou seu direito constitucional de petição aos poderes públicos e que não cometera qualquer delito.
O caso
No dia 22 de agosto de 2005, o então Presidente da APP-Sindicato, Professor Lemos, cumprindo determinações de sua diretoria requereu fosse fiscalizada a aplicação de verbas estaduais da educação, eis que no seu entendimento não se estava investindo os percentuais previstos na legislação pelo governo do Estado.
Para ver toda a matéria Blog Paraná do Sul.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Acampamento da Juventude Camponesa - MPA do PR - em Candói


Durante esta semana moças e mancebos de diferentes lugares do Pr estarão reunidos no 3º Acampamento da Juventude do Movimento dos Pequenos Agricultores, em Candói, na Comunidade de Barra Mansa II. Terão Conferências, Debates, Mesas Redondas, Trabalhos de Grupo, Tarefas, Oficinas e Confraternização. 



Nós, visitantes... (noite, 18.07.11).



Educador Vítor Moraes proferindo Conferência (19.07.11).


Representantes do GE/CESTAC (18.07.11).


Mística (noite, 20.07.11)

Canto da Internacional Socialista (noite, 20.07.11).

Juventude: descontração... (noite, às 22h, 20.07.11).
Para ter uma noção de um Acampamento da Juventude do MPA acesse o You Tube.

1ª Conferência Municipal da Segurança Alimentar e Nutrição de Candói

No dia 13.07.11, no Centro Social de Candói, aconteceu a 1ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutrição. Participaram desta munícipes das mais diversas categoria e comunidades. O Legislativo Municipal teve apenas um Vereador (Valter da Luz), onde deveriam estar todos os vereadores do município dado que este assunto é do maior interesse para toda a população. Mas, porém, todavia, contudo, cada população tem os Vereadores ou Representantes que escolheu ou que merece! O Executivo Municipal (em que pese ter sabido da conferência no mesmo dia) esteve presente. O Conferencista foi nosso amigo e companheiro Dionízio (do Centro Missionário de Apoio ao Campesinato - CEMPO - de Guarapuava). 

O Governo Federal está apoiando, desenvolvendo e dispondo de condições para que os municípios se estruturem em termos de Segurança Alimentar, porque com ela nós podemos ter a Saúde da população melhorada, assim como a Educação, emfim, Vida de Qualidade para todos. As Conferências nas diferentes instâncias do País atendem a uma necessidade urgente e que faz parte do principal objetivo do Governo da Presidenta Dilma, que é a erradicação da extrema pobreza. Resta agora a cada um de nós, na condição de Delegados/as para a Conferência Regional (28.07.11, em Guarapuava) e Estadual, cumpramos com os compromissos assumidos. Do mesmo modo, enquanto Conselheiros/as escolhidos pelos participantes, teremos que estar atentos para o cumprimento das metas aprovadas na Conferência e executadas por parte do Poder Público Municipal.


Para conhecer todas as informações pertinentes às Conferência de Segurança Alimentar e Nutricional

segunda-feira, 18 de julho de 2011

"EU APOIO ESTA TROCA"


Esta é uma campanha que a tempos temos recebido dos mais diferentes cantos do País! Diz:
"No  futebol, o Brasil ficou entre os 8 melhores do  mundo e todos estão tristes. 
Na  educação é o 85º e ninguém  reclama..."
 

EU  APOIO ESTA TROCA
TROQUE  01 PARLAMENTAR POR 344  PROFESSORES 
O  salário de 344 professores que ensinam  =  
ao de 1 parlamentar que rouba

 Essa  é uma campanha que  vale a pena! Repasso  com solidária revolta!"
* * *
O que penso sobres esta campanha?
Na condição de Educador, não quero fazer uma troca apenas por trocar!
  Penso que temos que aprender a votar com critérios, olhando a História, a postura e o compromisso de quem se propõe trabalhar com política partidária, eletiva e administrativa.

   Penso que a Educação tem que melhorar, não só com a inclusão de novas tecnologias, estruturas, edifícios adequados, mas com melhores salários e constante aperfeiçoamento e capacitação dos Educadores.
  Penso que os mecanismos da Democracia Participativa têm que ser aperfeiçoados e os políticos ladrões têm que ser denunciados e acabar com os "foros privilegiados", pois afinal, foram os mesmos políticos que fizeram as Leis em benefício das causas próprias. Eles devem responder judicialmente e pagar por seus crimes, como qualquer cidadão, sem nenhum privilégio, pois afinal, devem estar a serviço do Povo!
   Penso que uma solução simplista seria acabar com a função dos parlamentares. Mas ainda que boa boa parte seja corrupta e não mereça nem o dízimo do que ganham... 


("descobri que um parlamentar brasileiro custa para o país R$ 10,2 milhões por ano... São os parlamentares mais caros do mundo. O minuto trabalhado aqui custa ao contribuinte R$ 11.545. Na Itália, são gastos com parlamentares R$ 3,9 milhões, na França, pouco mais de R$ 2,8 milhões, na Espanha, cada parlamentar custa por ano R$ 850 mil e na vizinha Argentina R$ 1,3 milhões") 


...são os Parlamentares que fiscalizam os governos Municipais, estaduais e Federal, que enxergam/participam da base que os elegeu e legislam em favor do Povo! Ou não... Se está ruim com eles, ficar apenas nas mãos de empresário, que só enxergam dinheiro e lucro diante de seus olhos, seria voltar à escravidão dos tempos antigos! Não é porque a água esteja suja que se deva jogar o bebê junto... Entende?
   Penso que a função dos políticos eleitos tem que ser moralizada sob todos os aspectos, até porque o que está instituído é um "patrimônio" e isto é difícil de acabar.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

É possível vivermos sem Política?



Depende de qual Política nós estamos nos referindo. Nesta sociedade não tem como vivermos sem participarmos e sem fazermos política. Seja a POLÍTICA DO BEM COMUM, a POLÍTICA DAS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS, a POLÍTICA SINDICAL, a POLÍTICA PUBLICA, a POLÍTICA GOVERNAMENTAL, a POLÍTICA ELEITORAL, a POLÍTICA PARTIDÁRIA.¹ É público e notório que estas três últimas estão um tanto quanto desgastadas. E é de bom tom recuperarmos o princípio do valor da pessoa. Mas mais do que isto, precisamos fazer valer o princípio da DEMOCRACIA PARTICIPATIVA (referendo, plebiscito, revogação, iniciativa popular, audiências públicas e etc.) e da TRANSPARÊNCIA... Se os partidos políticos estão com a imagem como "paus de galinheiro" e os políticos profissionais estão chafurdados na merda, temos que ter consciência e discernimento de que o que está ai é uma construção (ou distorção) histórica.

A construção do Brasil começou com a invasão de um território no qual os povos originários (indígenas) não foram minimamente respeitados. E os invasores portugueses foram buscar mão de obra escrava, para trabalhar nestas terras e produzir, no continente africano. E a política? E os políticos? Ambos nasceram neste canteiro "onde em se plantando tudo dá"! (Pero Vaz de Caminha). Onde dá o jeitinho, dá o engano, dá a mentira, dá a corrupção, dá o desvio de dinheiro público, dá o superfaturamento, dá de tudo o que uma elite viciada sempre buscou, com o que uma classe média embevecida desejou, e muitos miseráveis buscaram alcançar porque viam os exemplos dos empoderados e poderosos! E tudo foi legalizado pelas leis elaboradas e aprovadas pelos políticos "em causa própria" ou em favor das causas de quem eles representavam.  

Então, não tem nada de bom e nada que se possa fazer? Está tudo perdido? De modo algum! Mas não é porque eu digo que sou bom, me apresento como bom, falo de minhas boas ideias, é que sou bom! Tem muita gente usando a MÍDIA para se apresentar como bom, como benfeitor da humanidade, como filantropo, como o justo, o correto, etc., etc., etc! Mas não o é! 

O princípio da Democracia e da Lei maior do País diz que "todo poder é do Povo e em nome do Povo ele é exercido". Pois bem, nós temos muita gente boa pelo mundo afora, fazendo coisas boas, com bons planos, com bons projetos e boas ações. Mas em se tratando da esfera pública está em nossas mãos o controle através de mecanismos de transparência e participação. É completamente caduca a ideia de termos "representantes" nas diversas esferas do poder político administrativo e de os deixarmos a vontade para simplesmente nos "representar"! Esta ideia é uma ilusão, uma miragem, um grande engano! Ou ficamos de forma organizada e coletivamente junto com os nossos "representantes", no Município de forma de direta e através de nossas organizações de classe, no Estado através de nossas organizações representativas, mas de olho aberto, e na esfera Federal través de nossos representantes que fazem a ponte com a base (não só quando chegam para caçar os votos!) e firmemente através de nossas organizações representativas. Pesa sobre nós eleitores a "eterna vigilância", porque o ser humano é corruptível e corruptor! 

Lembremos que o PIG (Partido da Imprensa Golpista), que representa o liberalismo capitalista, não tem outra intenção do que dominar tudo, ficar livre de amarras legais, de limites sociais e econômicos, e quer nos fazer crer que toda política é "chiqueiro", é "galinheiro", é "lodaçal" e que os políticos são o resultado disto... E deste modo querem desanimar o Povo, fazendo-o pensar que não há solução e assim fique desanimado, pusilâmine, alienado... É possível nos alienarmos confiando cegamente na Política e nos políticos profissionais. Mas se não encararmos  a realidade estaremos entregando o ouro para os bandidos, que querem tomar conta de vez do "tesouro" e escravizar de vez o Povo. Temos, sim, é que tomarmos posição, assumirmos o nosso lugar e postura e não capitularmos! 
____________________________
¹ As referências linkadas nos verbetes anterioires não são as melhores, mas têm um objetivo de proporcionar outras visões e mostrar um pouco das muitas contradições no que se refere às Políticas.

Agricultura Familiar precisa e merece mais !

Jornalista destaca lançamento do Plano Safra, do Governo Federal, e a disparidade entre os investimentos que o Governo Federal faz no Agronegócio e na Agricultura Familiar
Em artigo publicado no Jornal A Gazeta, o jornalista André Alves estranha que, no Plano Safra 2011/2012, o governo de Dilma Roussef invista 107 bilhões no Agronegócios contra apenas 20 bilhões na Agricultura Familiar. Confira o texto de André Alves.
Agricultura Familiar precisa e merece mais - André Alves
O governo federal lançou o Plano Safra 2011/2012 para a agricultura familiar. Entre as medidas anunciadas estão a redução de juros do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF), a unificação de linhas do programa que terá R$ 16 bilhões para operações de custeio e investimento. Outras medidas importantes como a ampliação do seguro da Agricultura Familiar, aporte de recursos para Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e a criação de uma ação específica do Programa de Garantia de Preços Mínimos estarão contempladas no plano do governo federal.  
O total dos recursos chegam na casa dos R$ 20 bilhões, incluindo R$ 530 milhões para obtenção de terras para a reforma agrária e outros R$ 3,2 bilhões para projetos do PAC Saneamento, voltados para municípios com menos de 50 mil habitantes. Parte dessas medidas faz parte do Plano Brasil sem Miséria e não deixa de ser um reconhecimento ao setor que é responsável, segundo dados do próprio Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), por 70% dos alimentos que chegam nos lares das famílias brasileiras.
No entanto se analisarmos os recursos voltados ao agronegócio, cujo propósito maior é a exportação de commodities e que sim, é um dos grandes responsáveis pelo bom desempenho da balança comercial brasileira, veremos que há uma disparidade nos investimentos. Os grandes produtores fornecem apenas 30% dos alimentos aos brasileiros, mas o governo federal, por meio do Plano Agrícola e Pecuário 2011/2012 vai aportar mais de R$ 107 bilhões. Ou seja, quase 6 vezes mais do que o que será destinado à agricultura familiar.
Isso significa dizer que, mesmo com o bom exemplo do governo Dilma, ainda há um abismo entre as prioridades entre quem produz alimentos e quem exporta grãos e carne. Soma-se a isso o fato de que a agricultura familiar tem muitos mais gargalos a serem vencidos, principalmente se o agricultor é assentado e vive longe dos grandes centros, algo bastante comum fora da região Sul e Sudeste.
(...)
A agricultura familiar merece mais pelo volume de alimentos que gera e pela força que deveria ter. Priorizá-la significa melhorar a qualidade de vida de uma parcela significativa da população e garantir alimentos mais baratos e mais saudáveis aos brasileiros. Investir na agricultura familiar ajuda a garantir a permanência do homem no campo e favorece o desenvolvimento das regiões que estão longe das capitais.
Um passo importante embora pequeno está sendo dado pelo governo federal, que pretende melhorar ainda mais o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da Conab que compra produtos dos produtores familiares e destina a merenda escolar. E que cada vez mais está apostando nos produtos da floresta como o cumbaru do cerrado e a castanha da Amazônia.
Enfim, do que a agricultura familiar precisa o governo sabe. Falta fazer mais e melhor!
Fonte:  SINTERP - André Alves é jornalista em Mato Grosso e especialista em Antropologia.

terça-feira, 12 de julho de 2011

Plano Safra da Agricultura Familiar 2011-2012 - Presidenta Dilma em Francisco Beltrão - Pr



O lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar 2011-2012 tem grande significado para assentados, para pequenos agricultores, para agricultores familiares, emfim, para camponeses e camponesas.
         





Presidenta Dilma assinando o Plano Safra da AF 2011-2012

Do sítio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA):
             “Agora os agricultores familiares têm a sua política de preços mínimos”, destacou a presidenta Dilma Rousseff, durante discurso no lançamento do Plano Safra que oferece desde o dia 1º de julho R$ 16 bilhões em créditos para a agricultura familiar. A nova política, específica para a agricultura familiar, diminui a volatilidade de preços nos mercados regionais porque utiliza instrumentos de comercialização que garantem ao produtor familiar um preço mínimo do produto (pré-fixado no início da Safra)".
        A presidenta afirmou que o Plano agrega políticas que garantem produção de qualidade e renda para os agricultores e que a agricultura familiar ajuda a sustentar a economia do país com produção de alimentos e distribuição de renda. "A agricultura familiar é responsável por um feito extraordinário, a redução das desigualdades do país. Ela cria um país mais democrático, que tem na base produtores familiares capazes de levar o aumento de renda e a melhoria produtiva para todo o nosso país".       Fonte: MDA   

domingo, 10 de julho de 2011

Faz propaganda da "caridade": Desconfie!

          O princípio cristão referente à caridade (ou ao fazer o bem) a quem quer que seja e pela pessoa que for, deve ser mantida em segredo, "entre o doador e deus" (Mt 6.1-4 ou AQUI). 
        Pois bem, quando alguém do Município de Candói vem a público, contando em evento municipal e depois utilizando-se de pelo menos duas emissoras de rádio para dizer que fez "caridade" no "Dia de Corpus Christi", é no mínimo muito suspeito o sujeito e ainda mais suspeita é a sua propagandeada "caridade"! 
        Com licença! Não nos chame de ignorantes, de otários, de babacas! Tenha coragem de assumir que está fazendo politicagem em nome da fé (cristã) e em nome de suas obrigações de "servidor público", que de servidos não tem nada! Apenas usa o espaço público para se promover... e tentar destruir a imagem de cidadãos que tem visão ou posturas diferentes da sua!

Líbia: Toda a verdade - Pelo menos os questionamentos que a nossa PIG vendida não ousa fazer


Timothy Bancroft-Hinchey, no Pravda, Russia          
     Uma semana depois do Dia de Fúria, quando nesta coluna perguntei quem ou o quê estava por trás da "revolta" contra o Coronel Muammar Gathafi, as primeiras respostas começam a aparecer ... e interessantes elas são.
          A "revolta" na Líbia pareceu um pouco estranho desde o início. Enquanto na Tunísia e no Egipto os movimentos estavam concentrados nas cidades capitais, na Líbia o epicentro se focou na região leste, nas terras tribais da Cirenaica. Estranho ...?
          Cirenaica é anfitrião de um grupo extremamente complexo de povos e tribos, uma realidade étnica tão facilmente explorada em outras regiões árabes por forças exteriores. Em torno da segunda maior cidade da Líbia, e capital da Cirenaica, Benghazi, residem os tribos Arafah, Darsa, Abaydat, Barasa, Abiid, Awaqir, Fawakhir, Zuwayah, Mugharbah, Majabrah, Awajilah e Minifah.
          Por isso a primeira pergunta é: Por quê a "revolta" líbia não começou na capital, Tripoli, e por quê a mídia comprada nunca relatou nada sobre Benghazi e a região Leste...que tem sido o epicentro de tensões étnicas e separatismo?
Para LER todos os nove questionamentos entre AQUI.

sábado, 9 de julho de 2011

Férias: Encontro Família e Amig@s

          Tudo se inicia com uma ideia, um sonho, um projeto...
Bem, é férias! Tempo de descanso, de afazeres do lar, de encontros...
          E neste caso específico o início de tudo é o fogo... Um fogão que ficara um ano sem ser usado por questões técnicas e que ao pesquisar na internet encontrei solução (a chaminé estava abaixo da cumeeira). Bastou erguer a chaminé e acabou o problema de fumaça dentro de casa.
          Hoje vieram nos visitar Mamãe, mano Leomar, Lurdes, Grazi, Lucy, Florentina, Samuel, Bryan, Thalyta e Aliandro. Itamara e eu preparamos a casa para esperá-l@s! É sempre uma grande alegria receber bem as pessoas que nos são queridas, de nosso círculo de convivência, amigos/as... Na sequência algumas imagens do evento:


Fogo poesia...


Fogão e panelas...

Últimos temperos...


Parada para registros... 

Enquanto a cunhada estava esperta, o mano penso que
fazia  mais que piscar,  pois a panela de barro resolveu
demorar   para  esquentar  e ele estava cansadinho de dirigir de Cascavel até Candói.

Todo mundo em ação!

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Férias: Família e Amig@s!

Apenas uma sopa de lentilhas, mas
com significado de comunhão entre pessoas.

Entrada: fruto da Terra, produto típico, semente da Araucária.

Descontração enquanto se espera os minutos finais:
Esq>: Thaly, Ali, PC Bueno, Deisi e Ita.

Eu estou incluído ali à direita.

A combustão da lenha arde em forma de fogo
que aquece @s amig@s e completa o processo
de transformação dos elementos em alimento.

Processo final de mais uma receita inédita feita
em panela de barro. Pronto! É só degustar!

Ita e eu no calor pessoal e do fogão...

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Alerta Paraná: ‘Agência Reguladora’ proposta pelo gov. Beto Richa é arapuca para viabilizar as privatizações

Leia AQUI.
Mobilização dos paranaenses impediu a privatização da Copel pelo  governo Lerner.
Na foto: estudantes ocupam a Assembléia em 2001

Doze conselhos para ter um infarto feliz!!!

APRENDA A TER UM INFARTO FELIZ! ISSO MAIS PARECE SER UM AMIGO DA ONÇA, MAS É A MAIS PURA VERDADE! INFELIZMENTE... MAS SERÁ QUE VOCÊ QUER TER UM? 

Por Dr. Ernesto Artur - Cardiologista 

Quando publiquei estes conselhos 'amigos-da-onça' em meu site, recebi uma enxurrada de e-mails, até mesmo do exterior, dizendo que isto lhes serviu de alerta, pois muitos estavam adotando esse tipo de vida inconscientemente.

1. Cuide de seu trabalho antes de tudo.  As necessidades pessoais e familiares são secundárias. 
2. Trabalhe aos sábados o dia inteiro e, se puder também aos domingos. 
3. Se não puder permanecer no escritório à noite, leve trabalho para casa e trabalhe até tarde.  
4. Ao invés de dizer não, diga sempre sim a tudo que lhe solicitarem. 
5. Procure fazer parte de todas as comissões, comitês, diretorias, conselhos e aceite todos os convites para conferências, seminários, encontros, reuniões, simpósios etc. 
6. Não se dê ao luxo de um café da manhã ou uma refeição tranqüila. Pelo contrário, não perca tempo e aproveite o horário das refeições para fechar negócios ou fazer reuniões importantes. 
7. Não perca tempo fazendo ginástica, nadando, pescando, jogando bola ou tênis. Afinal, tempo é dinheiro.  
8. Nunca tire férias, você não precisa disso. Lembre-se que você é de ferro. (É, ferro enferruja!!! Rsrsrs). 
9. Centralize todo o trabalho em você, controle e examine tudo para ver se nada está errado... Delegar é pura bobagem; é tudo com você mesmo. 
10. Se sentir que está perdendo o ritmo, o fôlego e pintar aquela dor de estômago, tome logo estimulantes, energéticos e anti-ácidos. Eles vão te deixar tinindo. 
11. Se tiver dificuldades em dormir não perca tempo: tome calmantes e sedativos de todos os tipos. Agem rápido e são baratos.  
12. E por último, o mais importante: não se permita ter momentos de oração, meditação, audição de uma boa música e reflexão sobre sua vida. Isto é para crédulos e tolos sensíveis.

Repita para si: Eu não perco tempo com bobagens. Duvido que você não tenha um belo infarto se seguir os conselhos acima!!!

OS ATAQUES DE CORAÇÃO:
Uma nota importante sobre os ataques cardíacos. Há outros sintomas de ataques cardíacos, além da dor no braço esquerdo(direito). Há também, como sintomas vulgares, uma dor intensa no queixo, assim como náuseas e suores abundantes. Pode-se não sentir nunca uma primeira dor no peito, durante um ataque cardíaco. 60% das pessoas que tiveram um ataque cardíaco enquanto dormiam não se levantaram. Mas a dor no peito, pode acordá-lo dum sono profundo. Se assim for, dissolva imediatamente duas Aspirinas na boca e engula-as com um bocadinho de água. Ligue para Emergência (193 ou 190) e diga ''ataque cardíaco'' e que tomou 2 Aspirinas. Sente-se numa cadeira ou sofá e force uma tosse, sim forçar a tosse pois ela fará o coração pegar no tranco; tussa de dois em dois segundos, até chegar o socorro..NÃO SE DEITE !!!! Um cardiologista disse que, se cada pessoa que receber este e-mail, o enviar a 10 pessoas, pode ter a certeza de que se salvará pelo menos uma vida!

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Outdoors mostram indignação do povo em Santa Catarina contra vereadores

      "Em Jaraguá do Sul, município próximo a Joinville, Santa Catarina, a população demonstrou indignação sobre a proposta de aumento do número de vereadores de 11 para 19 na Câmara. O protesto teve iniciativa na comunidade local, representada por associações de moradores de bairros não ligadas a partidos políticos, diretórios estudantis e o Centro Empresarial de Jaraguá do Sul. Outdoors com letras garrafais expressando a revolta da comunidade foram espalhados pela cidade".



Calma, sossega, esfria o juízo!
Esta indignação popular não é em Candói!
Não chegamos ainda a tal nível de consciência 
e organização social,
suficiente para tomar atitudes de cidadania 
e consciência política...
Afinal, há quem diga que somos muito 
jovem ainda, com apenas 18 anos!
E o jovem está em processo de maturidade.

Referência/Fonte: Blog Libertos do Opressor