sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Festa Nacional do Charque - Uma "Festa Popular"?


A Festa Nacional do Charque (FNC) até poderia ser popular, isto é, que coubesse dentro do orçamento da maioria do Povo, dentro do suas possibilidades financeiras, conforme as condições dos Trabalhadores e das Trabalhadoras. Para saber sobre esta questão estamos ouvindo os depoimentos de quem foi à FNC para saber se foi ou não popular.
Até aqui constatamos que os preços da alimentação praticamente dobraram. Isto tanto na praça de alimentação quanto nas barracas que vendiam salgados, creps, refrigerantes e outros. Os almoços foram preparados por uma empresa local ("Morena Rosa"?) e houve quem dissesse que estava muito bom.
Mas não sabemos ainda sobre os preços cobrados pela Prefeitura Municipal (que organiza o evento) pelas barracas cedidas a quem instalou seu comércio no local da festa.
Cabe ressaltar que a iniciativa de criar um evento municipal com esta proposta de 'recuperar a tradição do charque' é muito bacana, pois relembra as bases históricas, econômicas e culturais de nossa região, seja como criadora de gado bovino, seja como local de onde saiam tropeadas ou como ponto de passagem de tropas vindas de outras regiãos. Aliás, o tropeirismo é uma parte da programação da FNC e é muito concorrido... Neste ano de 2009 a tropeada contou com quase 200 cavaleiros/as.
E lembrar de tropeadas é lembrar do charque como parte dos víveres que constituiam o alimento dos tropeiros.
E agora cabe perguntarmo-nos quantos estabelecimentos ou agroindústrias em Candói produzem este elemento tradicional, o 'charque', que se constitui na base da Festa Nacional do Charque?!?
____________________
Fonte das imagens:

Nenhum comentário: